Polícia

Empresário é morto a tiros na frente da família em Curuçá

O empresário Naelson Neves Pereira, de 48 anos, foi morto a tiros na tarde deste feriado do Dia da Independência (07), em uma vila no interior de Curuçá, no litoral nordeste paraense. O homem morreu ao retornar de uma viagem com a família, sendo assassinado a tiros ao sair do carro para conversar com dois homens que o abordaram no meio de uma estrada, em uma área isolada.

Homem voltava de um passeio em uma vila no interior do município quando foi assassinado

O empresário Naelson Neves Pereira, de 48 anos, foi morto a tiros na tarde deste feriado do Dia da Independência (07), em uma vila no interior de Curuçá, no litoral nordeste paraense. O homem morreu ao retornar de uma viagem com a família, sendo assassinado a tiros ao sair do carro para conversar com dois homens que o abordaram no meio de uma estrada, em uma área isolada.

Segundo as informações da Secretaria de Segurança Pública de Curuçá, o crime foi em um ramal saindo da Vila Murajá, uma comunidade ribeirinha às margens do Rio Mocajuba, local onde o empresário tinha familiares e sempre estava de visita. Apesar de ter seus negócios de venda de açaí concentrados em Ananindeua, Naelson sempre estava pela região para ver os parentes, e naquela segunda-feira, aproveitava o fim de semana de prolongado em uma viagem com sua família.

A secretaria informou que, já voltando para a Região Metropolitana de Belém de carro, o homem foi abordado por dois motociclistas, que bateram no vidro do carro onde eles estava com a família, pedindo para ele parar. Ele estacionou o veículo e desceu do carro, indo conversar com os homens. Não se sabe o que ocorreu, mas no meio da conversa, um dos homens sacou uma arma e disparou contra Naelson, fugindo do local com o comparsa em alta velocidade na motocicleta.

Familiares contaram que o homem era muito querido na região e não sabem o que pode ter servido de motivação ao crime. O caso é investigado pela Polícia Civil em Curuçá, e o corpo de Naelson foi removido por uma equipe da Unidade Regional de Castanhal do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves. Até o momento, nenhum suspeito de ter participado do crime foi detido.

Policia

Agência bancária é alvo de criminosos em Novo Repartimento, sudeste do PA

Uma agência bancária foi alvo da ação de criminosos na madrugada desta segunda-feira (24), na rua Arara, no bairro Centro, em Novo Repartimento, sudeste do Pará.

De acordo com a Polícia Civil, os suspeitos tentaram arrombar um dos cofres da agência, mas foram surpreendidos com a chegada de policiais.

Os suspeitos foram surpreendidos por policiais e fugiram do local sem levar quantia em dinheiro.

Novo Repartimento – Pará

Uma agência bancária foi alvo da ação de criminosos na madrugada desta segunda-feira (24), na rua Arara, no bairro Centro, em Novo Repartimento, sudeste do Pará.

De acordo com a Polícia Civil, os suspeitos tentaram arrombar um dos cofres da agência, mas foram surpreendidos com a chegada de policiais.

Segundo a Polícia Militar, militares cercaram o estabelecimento enquanto agentes entraram para fazer as buscas na agência, mas os criminosos já tinham fugido do local.

A PC informou que os suspeitos não levaram quantia em dinheiro, mas subtraíram três armas de fogo da empresa responsável pela segurança do estabelecimento.

Equipes da Polícia Civil, com o apoio do Grupamento Tático Operacional (GTO) de Tucuruí, realizam diligências em busca dos suspeitos. Até a última atualização desta reportagem, nenhum suspeito de envolvimento no crime foi preso.

Informações que possam ajudar no andamento da investigação sobre o caso podem ser repassadas de forma anônima ao Disque Denúncia 181 ou Centro Integrado de Operações 190.