Por Paulo Amorim

O Jovem Aprendiz se tornou importante para quem está em busca de uma primeira oportunidade no mercado de trabalho. Os adolescentes e jovens viram suas oportunidades subirem através do programa, e da legislação que baseia-se o projeto.

Pra começar é importante saber que o Jovem Aprendiz é uma política pública que insere adolescentes no mercado de trabalho, recebendo uma remuneração e fazendo um curso de profissionalização em alguma área específica. Isto significa que o programa é uma mistura da educação com a prática no mercado de trabalho.

O programa é uma forma extremamente bem pensada de o adolescente conseguir o primeiro emprego e aprender uma nova profissão. Com isso, o jovem começa a entender melhor sobre como começar a se sustentar além de poder ajudar nas contas de casa.

Como Funciona o programa?

O Jovem Aprendiz foi criado com base na Lei da Aprendizagem, de abrangência nacional. Em seguida, dividido em dois pontos específicos: o primeiro é a parte do aprendizado em sala de aula, em que o jovem faz um curso de qualificação técnica em alguma instituição financiada pelo empregador.

Já a segunda parte é quando ele começa a praticar esse conhecimento em alguma empresa que contrate o Jovem Aprendiz.

O salário é pago mensalmente e engloba tanto as aulas como o trabalho. Ou seja, na época do curso, o Jovem Aprendiz também recebe, não é apenas quando ele já está na etapa do estágio em alguma empresa.

De forma geral, o Jovem Aprendiz recebe um salário-mínimo e trabalha nas horas que não prejudiquem seu rendimento escolar.

Qual idade?

Jovens a partir de 14 anos que estejam cursando o ensino fundamental ou médio podem se inscrever nesta categoria.

É importante ficar ligado, pois é de responsabilidade do jovem ir atrás das vagas. Elas são disponibilizadas pelas próprias empresas e, geralmente, abrem essas vagas por apenas uma vez ao ano.

Idade máxima para participar

Existem dois tipos diferentes de programas do Jovem Aprendiz. O para adolescentes de 14 a 18 anos e o para jovens de 18 a 24 anos. Para os portadores de deficiência, não existe idade limite.

Vagas para Jovem Aprendiz

As vagas são distribuídas por diversas empresas ao redor do país. Existem alguns programas específicos espalhados por todo o Brasil, como é o caso dos Correios, Bradesco e Nestlé.

Por lei, obrigatoriamente todas as empresas que possuem mais de 5 funcionários com registro em carteira, devem reservar de 5% a 15% do seu quadro de contratações para jovens na categoria de aprendiz.

Salário e benefícios

Os Jovens Aprendizes recebem um salário, vale-transporte, refeição, direito às férias, contribuição para INSS e FGTS.